InpEV e Governo de São Paulo juntos na correta destinação de defensivos obsoletos declarados

O inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) e o governo do estado de São Paulo concluíram o projeto de destinação final de defensivos obsoletos, produtos proibidos por lei desde 1985, em todo o território nacional (Portaria do Ministério da Agricultura nº 329 de 2 de setembro de 1985). A ação contou com a adesão de 327 produtores rurais de 149 municípios que declararam a existência de defensivos banidos estocados em suas propriedades, resultando na incineração de aproximadamente 300 toneladas do material.

Desde 2001 a Luft é o operador logístico responsável pela gestão de coleta, armazenamento e destinação correta de embalagens vazias, em parceria com o inpEV. Atualmente, a Luft é a única operadora logística capacitada a realizar este trabalho, e já processou mais de 330 mil toneladas de embalagens de defensivos agrícolas desde o início do programa, contribuindo assim para a preservação do meio ambiente e para a melhoria da qualidade de vida dos agricultores.