Oportunidades no pós pandemia

Oportunidades no pós pandemia
Banco de imagens PxHere

 

Há muitas ameaças (ainda pouco visíveis) e muitas oportunidades no pós pandemia. Será?

 

Devemos estar atentos as oportunidades no pós pandemia que surgirão e usar a inovação como um agente de mudanças.

Enquanto muitas empresas adotam regimes de trabalho remoto, outras dependem de presença física e ajustam suas operações visando evitar a propagação da pandemia. Algumas ainda, conseguem conviver com um híbrido dos dois modelos.

Mesmo assim acredito que muita coisa vai mudar.

Leandro Karnal em diversas lives que participou, repetiu que guerras, revoluções e epidemias transformam. Karnal tem falado muito sobre a expressão Panta Rei.

A expressão grega Panta Rei surge da noção de que tudo é móvel, transitório, passageiro, parte do princípio de que tudo é movimento, e que nada pode permanecer estático. Tudo passa, tudo se transforma.

Pode ser utilizada ainda como metáfora pisar num rio, onde nunca se consegue pisar na mesma porção de água duas vezes pois o rio mudou, já que sempre é outra água que corre pelo seu leito.

Panta Rei demonstra a lei universal onde a única certeza estável é a certeza de que tudo vai mudar!

O mundo que conhecíamos até o início de 2020 não existe mais. Estamos vivendo um grande transtorno social, uma pandemia global e generalizada, sem data para acabar.

Muitos ainda pensam que a vida voltará ao normal nos próximos meses ou nos próximos anos. Felizmente, ou infelizmente para alguns, a vida como a conhecíamos até o início de 2020 pode ter desaparecido para sempre.

A boa notícia é que é mais fácil identificar oportunidades no pós pandemia e resolver problemas agora do que antes.

Já estamos percebendo durante esta pandemia que podemos realizar uma série de atividades de maneira remota, sem a necessidade de estarmos presentes no mesmo lugar.

Fica cada vez mais evidente o impacto que a tecnologia tem causado na sociedade e não se trata de um impacto pontual mas sim de uma evolução contínua. Novas tecnologias como 5G, Inteligência Artificial (IA), impressoras 3D, Internet das Coisas (IoT) vão acelerar mais ainda estas mudanças. Tudo a nossa volta será afetado, das relações humanas às empresas de todos os segmentos.

Abaixo algumas oportunidades no pós pandemia.

Como esta crise atual, é principalmente, uma crise de saúde, acredito que surgirá uma “economia da saúde”. Durante longo período teremos que fabricar máscaras, álcool em gel, luvas e respiradores, já que a cadeia global de suprimentos e a logística de longa distância deixaram evidentes problemas com suprimentos de produtos de primeira necessidade.

Possivelmente teremos uma reorganização na cadeia de produção (reconversão industrial?), acredito que a maioria dos países devam incluir itens da indústria farmacêutica como questão de segurança nacional. Pelo menos deveriam. A falta de máscaras fomentou o mercado das costureiras, que passou a fabricar máscaras para suportar a alta demanda da sociedade. Isso deve continuar.

Aumentar produção nacional para o que for possível: respiradores, testes, vacinas, EPIs. Aumentar o incentivo à ciência e cientistas brasileiros.

As escolas e professores terão uma grande possibilidade de repensar o estudo. O ensino a distância será utilizado com mais frequência.

O comércio vai reabrir mas não como era antes, será necessário utilizar máscaras, luvas, utilizar álcool em gel, respeitar o distanciamento seguro entre pessoas.

e-commerce não tem mais volta. O comerciante que ainda não tem, precisa correr rapidamente atrás de uma estratégia digital, seja criar seu próprio site e/ou aplicativo ou estruturar uma parcerias junto às empresas existentes de deliveries.

Muitos restaurantes talvez passem a aderir ao conceito dark kitchens, também conhecida como restaurante fantasma, ou restaurante virtual ou ainda, ghost restaurant, é um estabelecimento de serviço de alimentação que oferece apenas comida para viagem.

Nesta nova economia botões de elevadores, botões em geral que necessitam do contato, leitores biométricos deverão ser substituídos por sensores de que eliminem ou diminuam ao máximo o contato. Deve haver um boom de sistemas por aproximação (NFC).

Outras coisas como setup de móveis para home office, móveis adequados, cadeiras, infraestrutura em geral. O aperfeiçoamento da qualidade de acesso à Internet. As pessoas passarão mais tempo trabalhando remotamente.

Mais idosos demonstrando interesse em aprender a utilizar recursos do celular e aprender mais sobre tecnologia, afinal, a tecnologia pode mantê-los em contato com familiares e médicos. Pode salvar a vida deles.

A inovação como agente de mudança. Oportunidades e inovação andam juntas e como disse Ricardo Cavallini em um vídeo sobre inovação em seu canal no YouTube, “É preciso inovar, é preciso ser protagonista. Mesmo que sua empresa não tenha a cultura da inovação. Você precisa ser a inovação.” Recomendo também o podcast do Cava sobre as grandes ondas de inovação e tecnologia.

Identificar e semear oportunidades de inovação futura em momentos difíceis fará com que vejamos um horizonte menos turvo e saiamos da pandemia ainda mais fortes, dentro do possível.

Enfim, há uma série de oportunidades e possibilidades a serem exploradas que aliadas a um bom plano de de renda básica para os que não conseguirem voltar ao trabalho tão cedo, junto com acesso de crédito para os micro, pequenos e médio empresários acredito que poderemos iniciar um processo de recuperação estruturado.

Talvez para nós brasileiros, o aprendizado desta pandemia seja que a educação, a ciência e a tecnologia somadas, podem ajudar a superar muitos problemas da atualidade, das últimas décadas e ajudar a criar um futuro ou um novo normal melhor.

Fique atento as oportunidades no pós pandemia. Use a inovação como agente de mudança.

Panta Rei. Tudo muda, tudo se transforma.

 

Artigo feito por:

CIO | CTO | IT Executive at Luft
Acesse o link do artigo no Linkedin.